Ads 468x60px

sábado, 25 de junho de 2011




Como é que pudeste ser tão egoísta ao ponto de só teres pensado em ti? Abandonaste-me, mesmo sabendo que eu precisava de ti, não hesitas-te em dizer adeus. Porquê? Responde-me, fogo, dá-me uma resposta valida, diz-me alguma coisa credível, explica-me com palavras simples, mas por favor, justifica-me a tua atitude. Nunca pensei que tivesses coragem para deitares fora, de um momento para o outro, tudo aquilo que passamos juntas. Podias ter namorado com o rapaz de quem eu gostava, podias ter matado alguém, tanto faz, podias ter feito tudo, menos deixar-me. Traíste-me, no fundo, traíste-me e trais-te tudo aquilo que era nosso, todos aqueles anos para quê? Para dizer que crescemos juntas? Para dizeres que me conhecias? Para afirmares que tinhas sido minha melhor amiga durante sete anos? Mais valia termo-nos ficado pela primária e não termos feito nada para nos voltarmos a encontrar. Preferia só guardar uma imagem daqueles momentos em que erramos crianças ingénuas, preferia passar por ti na rua e já não te reconhecer, preferia nunca te ter chamado melhor amiga ou irmã. Acusa-me de discutir contigo por tudo e por nada, força. Faz-te de santinha, afinal as pessoas vão acreditar em ti, não em mim. Eu tive motivos para te julgar e para te acusar à força toda do que tinhas feito. Realmente, aquilo foi insignificante, mas cometes-te um erro e não me deste provas em contraio, e para além do mais nunca admitiste que tinha errado. Orgulho, pergunto eu? Ou falta de sinceridade? Já deixei de tentar falar contigo, há uns dias adicionei-te no Facebook e tu não aceitaste. A vergonha falou mais alto, não foi? Fazes bem, mantêm o teu numero de amigos reduzido, fica-te por esses a quem chamas de melhores amigos. Nunca irás ler isto e ainda bem, quero que fiques com a ideia de que és a rainha. Quando na verdade não passas de mais uma miúda mimada com a mania que é gente. Dia 28 de Maio fez seis meses desde de que te foste embora, e daqui a quatro dias fará sete.
  Foram sete anos, não é assim muito pois não? É só mais de metade da minha vida...
Mas agora, hasta meu amor. Já perdi demasiado tempo contigo .|.

3 Sentimentos:

Eliana disse...

o: estás mesmo mal... muita força, querida.

FilipaValente disse...

Tens razão. A mim aconteceu praticamente a mesma coisa...(igualzinho) Mas sabes o que fazer com essas pessoas , ignora-las e fazer ver que somos melhor que elas. Sempre superior. Dói muito quando nos fazem isso , mas como disseste no texto: " hasta meu amor, já perdi demasiado tempo contigo .l." , isto significa que já é tempo se seguir em frente. Força eu já o fiz com a minha situaçao. Força...

FilipaValente disse...

A mim já foi a 1 mesito e meio, mas já esqueci, nao vou ficar presa por essa pessoa...

Não tens de agradecer, nao me importo!!