Ads 468x60px

quinta-feira, 30 de junho de 2011



Será que se passar cem anos a dormir consigo apagar-te definitivamente da minha vida? Acho que posso tentar, mas não espero grandes resultados. Tu continuas presente em tudo o que faço e digo. Já demasiada gente sofreu nesta história, menos tu. Tens noção de quantas pessoas envolveste nisto? Pois. Faz as contas, mas não te esqueças de contar com as minhas amigas que gostaram de amigos teus, porque eu me dava contigo e elas começaram a olhar para quem estava contigo. Já perdeste o raciocínio? Eu também, por tanto nem vou pensar mais nisso. Vou ter mais cuidado, quando afirmo que tu és passado, porque não. Tu estás bem presente na atualidade e isso, infelizmente, ninguém consegue mudar. Eu sei viver sem ti, não é muito dificil quando temos o coração despedaçado e só queremos distância de quem nos fez/faz sofrer. Só que preciso de ti perto de mim. Preciso de falar contigo e de saber que estás presente na minha vida. Prefiro continuar a sofrer, já não há volta a dar, já magoei muita gente, agora pago por isso. Quanto a ti, ficamos assim, em stand-by. Nem amigos, nem inimigos, apenas conhecidos. Pelo menos assim sei que quando precisar me posso dirigir a ti, porque afinal somos "colegas". E apesar desse teu ego muitíssimo elevado somos capazes de nos entender, mais tarde ou mais cedo, vamos acabar por nos esquecer um do outro. Tu vais-te esquecer de uma miúda que te amou incondicionalmente dez meses, eu vou esquecer um rapaz convencido que amei com todas as minhas forças. Ficamos assim, então.

2 Sentimentos:

francisca cid disse...

Mais ou menos. Uma coisa parecida.

Anónimo disse...

acabei de ler, e lembrei do menino que eu gostava e faz 10 meses que eu gosto dele ! poor? MS