Ads 468x60px

sábado, 2 de julho de 2011


(foto da Ana)
O quê que tu fizeste nos últimos meses além de me acusar e julgar por tudo o que eu fazia? Eu não sou perfeita, e também não tenciono ser, não preciso, as pessoas que me amam aceitam-me assim. Tenta olhar para ti, vê-te ao espelho, mas não para veres a face, tenta ver aquilo que tu és por dentro. Falsidade acima de tudo, não é? Sabes uma coisa? Já não me importa, que se lixe os nossos momentos, que se lixem aqueles sete anos, que se lixe a nossa amizade. Desculpa a expressão, mas estou-me a cagar literalmente para ti. Não quiseste mais saber de mim desde aquele dia, e eu vou fazer o mesmo. Sempre te fui sincera, sempre te apoiei, sempre agi correctamente, contigo, digo, sem me armar em convencida, que fui uma verdadeira melhor amiga. E tu também o eras, preocupavas-te comigo, não me posso queixar, mas não concordo com a tua arrogância. "Acabou, ´tou farta". Farta de quê? Farta de eu chorar e teres que me limpar as lágrimas? Perdoa-me, se tu não amas e sofres, eu não tenho culpa. Podias ao menos ter sido correcta e ter usado termos adequados Se esse teu vocabulário não possui palavras decentes, lamento então. Preciso de ti, estás aqui? Não, não estás. Deixa lá, eu já me habituei.

1 Sentimentos:

мαяιαηαвєяηαя∂єѕ♥ disse...

qe cena amor , ela foi muito insensível s: