Ads 468x60px

sexta-feira, 6 de maio de 2011

Vidas resumidas (1ªparte) - "Caminhos novos"


Há uns dias li um pequeno poema que me levou a escrever este texto. Em certas alturas da vida, sentimos necessidade de começar um caminho novo, os motivos que podem levar a isso são variáveis, dependendo das pessoas ou das situações. O mais difícil é mesmo ganhar coragem e forças para iniciar essa "nova vida". talvez, porque durante muito tempo estivemos "presos" a algo ou alguém. Sair de um relacionamento ou de uma amizade, de facto não é fácil, principalmente quando se trata de uma pessoa por quem temos um afecto especial, uma pessoa que consideramos uma espécie de base para a nossa vida. Porém, acho que em certas circunstâncias há que tomar a iniciativa, porque quando as pessoas revelam uma personalidade menos positiva raramente têm tendência para mudarem, e quando acreditamos que elas podem mudar, o mais provável é magoarmo-nos. Pode nem sempre ser assim, mas como já passei por cenas dessas, já não creio muito que as pessoas se modifiquem. Ás vezes, consideramos que "caímos" ou seja, magoamo-nos, passamos fases difíceis, pensamos que a nossa vida não pode ganhar estabilidade como teve outrora, mas devíamos ver o lado positivo. "Há males que vêm por bem". Poderíamos pensar que ao nos afastarmos dessa pessoa evitamos sofrer mais do que se tivéssemos permanecido com ela mais tempo. Há quem diga que não devemos desistir, mas lutar por pessoas e lutar por sonhos são coisas diferentes. Alcançar os sonhos depende de nós e da nossa determinação, vemos isso como um objectivo ou até mesmo um futuro. Conquistar as pessoas é diferente. Nunca temos a certeza se ela sente o mesmo ou se à noite pensa em nós. Se depois de nos magoar continua a amarmo-nos ou se já esqueceu tudo. É complicado aprender a viver sem aqueles que amamos. Podemos pensar que isso é impossível, que já não temos forças. Podem-nos ter feito chorar, mas não nos tiraram o alma. Ter medo de avançar, é normal, mas é incorrecto. Ter medo devia ser algo secundário e não um sentimento que está presente constantemente na nossa mente. O que nos assusta mais não é esquecer alguém, é sim o receio que temos de voltar a amar. Mas porquê esse medo? Podemos amar uma, duas, dez vezes e magoarmo-nos, mas toda essa dor vai-nos mudar, vai-nos fazer amadurecer. Tirei esta lição de vida ao longo de toda a minha caminhada. Porém, há outras coisas que nos podem levar a querer mudar de vida e há mais um que gostaria de referir. Nos últimos tempos, há um programa que me tem tocado bastante, esse programa chama-se “Pesos Pesados”. Tem sido o que eu mais tenho gostado de assistir. Para mim aquilo não é uma simples competição, porque quem se encontra a participar não pensa em ganhar um prémio em dinheiro, mas sim em melhorar a sua saúde. O episódio da fogueira em que assumiram o compromisso de nunca mais serem como são, foi verdadeiramente tocante e mais uma vez mostra a necessidade de iniciar uma nova vida, cortar ligações com o passado e olhar para um futuro melhor. Todos os que concorrem a este programa têm tido muita força de vontade, e é isso que pretendo transmitir quando falo disso. A vida é um livro que é composto por vários capítulos e quem escreve o último só podemos ser nós. Há páginas que gostaríamos de ter escrito, mas o destino assim o quis e quando não queremos continuar a ler essa página viramo-la. Nunca soube muito bem como começar estes textos, e o desenvolvimento foi algo difícil, mas agora que escrevo as últimas linhas sinto-me satisfeita pelo que consegui interpretar. Esta é a minha visão da vida, talvez não seja a mais correcta mas é aquela que consegui exprimir por simples palavras.

1 Sentimentos:

marianabernardes♥ disse...

sim , eu vou a Londres , que fixe (x
; também te adoro , minha doçura (: